quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Sentido à Vida

Olá amigos internautas,
        Está é minha primeira postagem e gostaria primeiramente de explicar qual finalidade deste blog, que é de compartilhar um pouco da minha vivência como profissional, pesquisador, ser humano e filho de Deus. Isto, por acreditar que os conhecimentos adquiridos não devem permanecer reclusos e sim devem ser compartilhados, para ajudar outros que talvez estejam em busca de uma solução para os desafios cotidianos.
        Se notaram na descrição do meu perfil trabalho com Geoprocessamento, quando comecei a trabalhar nesta área em 2001, época em que quase não havia na internet materiais para estudo disponíveis, os poucos que encontrava estavam em inglês; tive que fazer muitas traduções dos tutoriais do ArcView 3.2, realmente não foi fácil, mas isso é coisa do passado. Hoje temos diversos sites com um vasto conteúdo, dos quais gostaria de destacar o blog do Fernando Quadro e o Processamento Digital do amigo Jorge Santos, que me deram uma nova visão em termos de Geoprocessamento e espero que da mesma forma que eles contribuem com informações preciosas para auxiliar os "Geoprocessadores Anônimos" e também possa contribuir.
        O conhecimento de ser compartilhado para que possa dar mais frutos e para deixar mais claro, deixo uma parabola contada por Jesus:
"14- Pois será como um homem que, ausentando-se  do país,
      chamou os seus servos e lhes confiou os seus bens.
15- A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro ,um a
      cada um segundo a sua própria capacidade; e, então,
      partiu.
16- O que recebera cinco talentos saiu imediatamente a negociar
      com eles e ganhou outros cinco.
17- do mesmo modo, o que recebera dois ganhou outros dois.
18- Mas o que recebera um , saindo, abriu uma cova e escondeu
     o dinheiro do seu senhor.
19- Depois de muito tempo , voltou o senhor daqueles servos e
      ajustou contas com eles,
20- Então, aproximando-se o que recebera cinco talentos, entregou
      outros cinco, dizendo : Senhor , confiaste-me cinco talentos ;
      eis aqui outros cinco talentos que ganhei.
21- Disse-lhe o Senhor : Muito bem, servo bom e fiel ; foste fiel no
      pouco , sobre o muito te colocarei ; entra no gozo do teu Senhor .
22- E, aproximando-se também o que recebera dois talentos ; disse :
      Senhor, dois talentos me confiaste ; aqui tens outros dois    que
      Ganhei .
23- Disse-lhe o Senhor : Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no
      pouco, sobre o muito te colocarei ; entra no gozo do teu Senhor.
24- Chegando, por fim, o que recebera um talento, disse : Senhor ,
      sabendo que és homem severo, que ceifas onde não semeaste  e
     ajuntas onde não espalhaste,
25-receoso, escondi na terra o teu talento; aqui o que é teu .
26-Respondeu-lhe, porém, o senhor : Servo mau e negligente, sabias
     que ceifo onde não semeei e ajunto onde espalhei ?
27- Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros;
      e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu.
28- Tirai-lhe , pois, o talento e daí-o ao que tem dez.
29- Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância ; mas ao
      que não tem, até o que  tem lhe será tirado.
30- E o servo inútil,lançai-o para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes."
                    Evangelho de Mateus cap. 25 vers. 14-30
  
Por isso, desejo utilizar o talento recebido e deixar que frutos venham. Que caminhemos juntos nesta estrada e que consigamos chegar ao lugar desejado.

2 comentários:

  1. Isso que é alegria, Valew Aristeu!!!
    Vamos brindar com Fresk!!! rsrsrsrs

    ResponderExcluir